fbpx

Um mundo melhor precisa de… resolução de problemas!


Um mundo melhor precisa de… resolução de problemas!

Quanto mais complexo se torna o mundo em que vivemos, mais desafiadores se tornam os problemas que enfrentamos. Por isso, para solucioná-los, precisamos acionar uma das habilidades socioemocionais mais valorizadas nos dias de hoje: a capacidade de entender e resolver problemas. 

Na série Seja a mudança que você quer no mundo, a gente tem conversado sobre a importância de desenvolvermos em nossos filhos e filhas algumas habilidades socioemocionais importantes para promover a transformação social por meio da educação. 

Já falamos aqui sobre cooperação, empatia, sustentabilidade, tomada de decisões e resiliência.

Mais do que falar sobre habilidades socioemocionais, nós explicamos como os métodos metacognitivos do Programa MenteInovadora podem auxiliar no desenvolvimento dessas qualidades.

Hoje, chegou a hora de falar sobre Resolução de Problemas.

O que é resolução de problemas?

Diariamente nos deparamos com problemas que precisam de soluções. 

Podem ser problemas simples, que não exigem mais do que alguns segundos da nossa atenção. Igualmente, podem ser problemas complexos, que vão demandar nossa capacidade de concentração para que sejam resolvidos.

É aí que entra a habilidade socioemocional de resolução de problemas, visto que uma qualidade complexa vai exigir a mobilização de pelo menos três outras habilidades: investigação, seleção de informações e planejamento de ações.

São os Métodos Metacognitivos que nos ajudam a desenvolver cada uma dessas habilidades. Sendo assim, vamos conhecê-los.

Métodos Metacognitivos

Quem vem acompanhando nossa série já sabe que os Métodos Metacognitivos são recursos pedagógicos idealizados para ajudar nossos filhos e filhas a organizar pensamentos e ações. 

Aplicados por um professor mediador em sala de aula, eles ajudam nossas crianças e jovens a desenvolver habilidades socioemocionais. Além disso, auxiliam a estruturar ferramentas para acalmar as emoções em momentos desafiadores e a mobilizar o raciocínio.

Dessa maneira, com essas ferramentas internas, nossos filhos e filhas aprendem a pensar antes de agir, a entender com mais clareza o que sentem, de que forma sentem, e a mobilizar recursos cognitivos para solucionar um problema.

Sobretudo no caso da resolução de problemas, temos três grandes aliados: os Métodos do Detetive (investigação do problema), do Filtro (seleção de informações) e da Escada (planejamento de ações). 

Método do Detetive – Investigação do problema

Para conhecer melhor o problema que enfrentamos, precisamos conhecê-lo em profundidade. Isto é, uma das habilidades mais importantes para investigar qualquer problema é a de fazer as perguntas certas, para obter as melhores respostas.

Desse modo, o Método do Detetive é focado no desenvolvimento da capacidade de investigar um problema. Confira a seguir as habilidades priorizadas por ele:

  • Localizar a situação-problema, aquela não resolvida, que precisa de uma solução;
  • Problematizar: assim que se descobre novas pistas e se produz novas informações, as soluções vão se aprimorando.
  • Compreender que uma situação-problema pode ser decomposta em desafios menores.
  • Elaborar questionamentos como um recurso para construir e reconstruir hipóteses.
  • Elaborar um processo de trabalho orientado para descobrir pistas e produzir informações.
  • Estabelecer conexões entre as pistas para encontrar soluções.

As etapas do Método do Detetive

O Método Metacognitivo do Detetive é composto por três etapas:

  1. Definir o objetivo principal (o que se quer alcançar): esta é a etapa que nos ajuda a reconhecer a pergunta principal do problema, o que também é chamado de problematização.
  2. Identificar obstáculos: por meio de perguntas-chave, um bom investigador mapeia os obstáculos presentes na situação e que precisam ser contornados.
  3. Definir os objetivos secundários (decompor o problema): uma vez definidos os obstáculos, é possível determinar os objetivos secundários. Estes, que nada mais são do que metas intermediárias que nos ajudarão a resolver o problema principal. Dessa forma, aprendemos a decompor uma questão em vários desafios menores para solucioná-la em etapas.

Método do Filtro – Seleção de Informações

Muitas vezes, no processo de investigação de um problema, nos deparamos com uma quantidade enorme de informações. No entanto, algumas são mais importantes e outras são secundárias. Ao mesmo tempo, outras ainda são totalmente dispensáveis.

Por isso, para saber separar e classificar essas informações, um grande aliado é o Método do Filtro. Confira as habilidades priorizadas por ele:

  • Ter clareza do objetivo a ser atingido. 
  • Definir atributos e critérios com clareza. 
  • Identificar e distinguir dados relevantes e irrelevantes. 
  • Extrair as informações relevantes nos dados coletados. 
As etapas do Método do Filtro

O Método Metacognitivo do Filtro é composto por quatro etapas:

  1. Identificar e definir os objetivos da tarefa: isto é, antes de iniciar a coleta de dados, é necessário conhecer e definir com clareza as metas a serem alcançadas.
  2. Classificar e caracterizar as condições da tarefa: tanto quanto saber qual é a tarefa, é necessário realizar o levantamento dos atributos que a caracterizam.
  3. Selecionar os critérios do filtro para separar as informações relevantes das irrelevantes – Com base nos atributos, definimos o que deve permanecer como foco de atenção. 
  4. Extrair as informações relevantes após a filtragem e utilizá-las de acordo com as necessidades em relação aos objetivos – Hora de observar a realidade por meio do filtro estabelecido e extrair as informações relevantes. Assim, de forma intencional e organizada, deve-se usá-las de acordo com as necessidades da tarefa.

Método da Escada – Planejamento de Ações

Agora que já investigamos os problemas principal e secundários e que já filtramos as informações que podem nos ajudar a resolvê-los, precisamos estabelecer a sequência de ações mais eficiente para que possamos solucioná-los.

É aí que entra o Método Metacognitivo da Escada, que prioriza as seguintes habilidades:

  • Ter clareza do objetivo a ser alcançado.
  • Reconhecer a necessidade de um plano seriado de ações.
  • Resolver problemas passo a passo, por meio de uma sequência correta de ações.
  • Perceber que cada degrau percorrido implica em um avanço significativo em direção ao objetivo.
As etapas do Método da Escada

O Método Metacognitivo da Escada é composto por 4 etapas:

  1. Identificar as etapas para atingir o objetivo – Muitas vezes, para resolver um problema, precisamos de um plano de ações com várias etapas. São as metas intermediárias. O primeiro movimento é identificar cada uma dessas metas intermediárias, para então estabelecer a ordem de prioridades.
  2. Localizar a primeira ação – O mapeamento nos permite localizar, ou escolher, por onde começar a caminhada rumo à solução do problema. Este, por exemplo, é o “primeiro degrau da escada”.
  3. Cumprir corretamente esse degrau – Escolhido o primeiro passo, temos de iniciar a caminhada agindo para solucionar essa primeira tarefa.
  4. Prosseguir para a próxima etapa – Dado o primeiro passo, o ciclo recomeça: realizar ajustes ou não nas etapas (1), localizar a próxima ação (2) e, por fim, realizá-la (3).

Para encerrar

Como você acabou de ver, a resolução de problemas requer a mobilização de várias habilidades. Por isso, na próxima vez que seu filho ou filha se deparar com um problema, lembre-se de acionar os Métodos Metacognitivos do Detetive, do Filtro e da Escada, cada um no seu tempo certo.

Dessa forma, ele poderá exercitar essas habilidades e se tornar um cidadão mais preparado para ajudar a transformar a sociedade. 

Afinal, um mundo melhor precisa de… resolução de problemas!

Ainda não vá embora

Leia também os nossos outros posts desta série:

Gostou do nosso post? Então, aproveite para seguir nossas redes sociais para ficar por dentro de todos os projetos da Mind Lab. Estamos no Facebook e no Instagram!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu