fbpx

Um mundo melhor precisa de… Cooperação!


Um mundo melhor precisa de… Cooperação!

Em plena ebulição do que vem sendo chamada de 4a Revolução Industrial, o mundo se transforma em uma velocidade jamais vista antes.

Desta vez, a transformação se baseia na convergência de tecnologias digitais, físicas e biológicas. E o mundo do trabalho, no futuro, vai exigir ainda mais capacidade de atuar em conjunto. Uma das habilidades mais importantes no futuro, portanto, será a cooperação.

O que é cooperação?

A cooperação é uma ação conjunta que possui uma finalidade específica. Ademais, ela se baseia na relação entre indivíduos e organizações com a intenção de atingir um objetivo comum. 

Desta forma, ela é fundamental para que as diferentes pessoas, com seus diferentes interesses e objetivos, possam trabalhar em equipe. Igualmente é, uma das habilidades mais difíceis de serem conquistadas.

Transformar pela educação

Nós, pais e mães educadores, temos uma missão fundamental na construção de um futuro melhor por meio da educação. Como já dissemos aqui, nos textos anteriores desta série, nós precisamos ser a mudança que queremos no mundo.

Por isso, um passo importante nessa direção é desenvolver a cooperação em nossos filhos e filhas.

Dessa forma, ajudaremos a transformar, para melhor, a sociedade. Além disso, deixaremos um ensinamento extremamente útil para nossos filhos e filhas no futuro.

Como fazer isso? Hoje vamos conhecer um método metacognitivo do Programa MenteInovadora que pode ser um grande aliado nessa tarefa.

Métodos Metacognitivos

Quem vem acompanhando esta série sobre a transformação social por meio da educação já sabe que o Programa MenteInovadora conta com uma série de Métodos Metacognitivos projetados para ajudar nossos filhos e filhas a desenvolver habilidades socioemocionais. 

Desse modo, o papel dos Métodos é ajudar crianças e jovens a organizar pensamentos e ações. 

Aplicados por um professor mediador formado pela Mind Lab, eles ajudam as crianças e jovens a internalizar soluções que vão ajudá-las a acalmar as emoções em momentos desafiadores e a mobilizar o raciocínio.

Assim, com essas ferramentas internas, nossos filhos e filhas aprendem a pensar antes de agir e a entender com mais clareza o que sentem. Ademais, de que forma sentem, e a mobilizar recursos cognitivos para solucionar um problema.

Por exemplo, no caso do desenvolvimento da cooperação, um grande aliado pode ser o Método das Aves Migratórias.

Método das Aves Migratórias

Juntos vamos longe, alcançamos mais. 

O Método das Aves Migratórias é aplicado no Programa MenteInovadora para facilitar o desenvolvimento das habilidades de harmonia e cooperação entre os diferentes elementos de um grupo reunido em busca de um mesmo objetivo.

Por isso, ele já foi citado como um dos métodos que podem ajudar a desenvolver a empatia.

Mas ele tem também outros benefícios que merecem ser reforçados.

Com ele aprendemos que cada pessoa, com seus conhecimentos e expertises únicos, tem valor num grupo que trabalha em cooperação em busca de um objetivo.

Habilidades priorizadas

Em suma, entre as habilidades priorizadas pelo Método das Aves Migratórias estão:

  • Reflexão sobre o trabalho em grupo e o valor de cada membro em uma equipe. 
  • Construção de estratégias de cooperação e promoção da harmonia entre os componentes de uma equipe.
  • Clareza dos objetivos da equipe.
  • Formação de uma estrutura coletiva – um grupo –mais adequada para alcançar os objetivos. 
  • Atenção às necessidades e potencialidades de cada um.
  • Equilíbrio entre os objetivos individuais e os objetivos do grupo. 
As etapas do Método das Aves Migratórias

O Método das Aves Migratórias é formado por quatro etapas:

  1. Definição do objetivo coletivo – É a etapa da formação do grupo que atuará junto. Esse coletivo de pessoas só será capaz de se perceber como unidade quando tiver um objetivo comum.
  1. Construção do grupo – Juntar os elementos do grupo aleatoriamente não basta. Por isso, é necessário organizar o coletivo da melhor forma para atingir o objetivo, levando em consideração a distribuição de tarefas, as habilidades pessoais de cada membro, as características do ambiente e a forma de trabalho.
  1. Atenção às necessidades de cada um – É preciso contemplar os desejos e objetivos de cada um dos membros do grupo sem perder de vista o objetivo comum do grupo.
  1. Equilíbrio – O equilíbrio entre a satisfação dos objetivos do grupo e dos objetivos individuais de seus integrantes é chave para garantir a cooperação e a harmonia do grupo.

Para encerrar

Portanto, um bom lugar para colocar em prática as etapas do Método Metacognitivo das Aves Migratórias é o próprio ambiente familiar. Afinal, uma família é um grupo formado por pessoas que têm suas necessidades individuais, mas que busca um objetivo comum funcionando em harmonia e com cooperação.

Sendo assim, tente implementar esse método no seu dia-a-dia. Além de melhorar as rotinas da família, você ainda estará ensinando seu filho a cooperar.

Ainda não vá embora

Leia também os nossos outros posts desta série:


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu