fbpx

Seja parceira de seus filhos!


Desenvolvendo uma postura mediadora, você vai aprender a ressignificar a relação entre vocês nestes tempos de quarentena e se tornar parceira de seu filho!

Se em tudo o que acontece em nossa vida há um lado positivo, o do longo período de quarentena será a oportunidade de ressignificação das relações humanas. Essa afirmação é especialmente verdadeira no relacionamento entre mães e filhos, que há praticamente dois meses vêm aprendendo a conviver em novas bases.

Neste mês de maio, dedicado às mães, nossas lives semanais abordarão temas relacionados a essa maravilhosa jornada materna. Nesta quinta-feira, dia 14/07, às 17 horas, vamos conversar sobre atitudes que vão ajudá-la a transformar a relação com seus filhos em parceria.

Um caminho para essa transformação é o desenvolvimento de uma postura mediadora na relação com os filhos, especialmente neste momento em que as mães estão assumindo plenamente o papel de educadoras.

A mãe mediadora usa critérios claros para guiar seu filho no caminho da construção do conhecimento e do desenvolvimento das habilidades e competências para um crescimento repleto de significados. Mais do que ensinar os caminhos corretos, ela estimula o filho a projetar os resultados positivos que serão alcançados, e a trabalhar para efetivar essa conquista.

Mas como se transformar numa mãe mediadora? Confira 5 dicas que separamos para você:

  1. Acione os bons vínculos que existem entre vocês – Construir bons vínculos é algo que educadores mediadores se esforçam por alcançar. Você, mãe, já sai na frente nesse quesito, já que os seus vínculos com os filhos são os mais fortes que podem existir. E por que eles são importantes? Porque a aprendizagem é um processo interativo, em que emoção e razão caminham juntas. Esforce-se para manter aberto o diálogo, com humildade e respeito mútuo.
  2. Desenvolva a autonomia ­– Mães e pais têm uma tendência a apoiar os filhos em tudo, o que é uma coisa boa. Mas, em excesso, o apoio pode ser atrapalhar a construção da autonomia, que é um processo contínuo. Procure equilibrar o apoio e a cobrança.
  3. Forme um time com seu filho – Trabalhar em grupo, de forma colaborativa, fortalece o sentimento de pertencimento e a parceria entre vocês.
  4. Amplie o universo cultural e social – Nestes tempos de isolamento, o desafio desta dica se torna maior. Mas os meios virtuais podem ser adaptados para permitir a ampliação das experiências de vida, ainda que à distância, por meio de encontros sociais com amigos em aplicativos de reunião, espetáculos vituais de circo como os do Cirque du Soleil, filmes, peças transmitidas ao vivo, etc.
  5. Coloque prazer no processo de ensino e aprendizagem – Neste momento, vocês dois estão aprendendo. Que tal se divertir com isso? Brinque com seus filhos, joguem juntos e divirtam-se. Atividades lúdicas, como brincadeiras de faz de conta, jogos corporais, jogos de raciocínio, jogos de tabuleiro etc., são grandes ferramentas para promover o desenvolvimento cognitivo, social, emocional e ético em todas as idades.

Faça parte do nosso 7º Encontro Mind Lab: em tempos de quarentena 

4 atitudes para transformar a relação com os seus filhos em parceria!

Clique aqui e participe! 👍

Quando? 14/05!

Que horas? 17 horas

Duração? 60 minutos

Aguardamos por você!


1 Comentário. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu