fbpx

10 atitudes para ser uma mãe ainda melhor #EspecialMêsDasMães


Quando existem vidas em nossas mãos, a responsabilidade torna-se característica inerente do nosso ser. Ser mãe é amor, mas é também comprometimento, dedicação e apoio.

Não é tarefa fácil colocar uma vida no mundo. E foi pensando nisso, em homenagem ao #MêsDasMães, que nós separamos algumas dicas para você que já é, ou vai se tornar mãe um dia, e se preocupa em como executar essa tarefa de maneira saudável e cada vez mais consciente.

1. Não esqueça de cuidar de si mesma

É fato que as tarefas da maternidade acabam ocupando boa parte do nosso tempo, no entanto, é fundamental ter em mente e como meta que ser mãe não se dissocia de ser mulher.

Preocupe-se com suas necessidades e não as deixe de lado.

2. Não se prenda à perfeição

Estamos sujeitos a errar em qualquer aspecto das nossas vidas e na maternidade não é diferente. Ninguém é detentor de todo conhecimento e muito menos de todas as habilidades. Ainda mais as mamães de primeira viagem.

Então, comprometa-se, mas não se martirize. As falhas também ensinam!

3. Seja paciente

Muita energia para gastar e só uma mãe para direcionar tudo isso. Criar filhos realmente dá trabalho, porém, é nos momentos de maior exaustão que você deve olhar para eles e enxergar sua pureza e inocência.

Lembre-se que quando crescerem e tornarem-se as pessoas responsáveis e humanas que você projetou, você terá a paz de saber que valeu a pena.

4. Escute o que as crianças têm a dizer!

Embora sejam novas, as crianças também têm suas questões, opiniões e interpretações válidas. Por isso, é fundamental deixar que elas se expressem.

Por vezes, os pequenos só querem ser ouvidos e, mesmo que acabem recaindo no erro, é dando a devida atenção aos pensamentos deles que você, enquanto mãe, terá o poder de orientá-los. O primeiro passo é escutar.

5. Aproveite o tempo que estiver com as crianças!

Quando se é mãe, a rotina nos faz, por vezes, deixar passar o encanto de determinados momentos em família. Por isso, aproveite o tempo que estiver com os pequenos e viva-o de maneira leve, relembrando a criança que mora aí dentro.

6. Orientar não é pressionar

Para orientá-los de maneira eficiente, o processo de educar exige parcimônia. Sendo assim, não tente pressioná-los a cumprir expectativas pessoais. Tirando situações extremas, é fundamental que as crianças tenham autonomia e liberdade para poderem enxergar e viver experiências à sua maneira.

Deixe que eles escrevam suas próprias histórias! Estando lá para orientar e não pressionar.

7. Não se esqueça dos limites!

Ter parcimônia é necessário, portanto, não se esqueça que impor limites também faz parte do processo. Não tenha medo de ser mais incisiva quando os pequenos extrapolarem ou faltarem com respeito, afinal, eles precisam que o papel de mãe seja cumprido.

8. Ensine-os a serem independentes

Para que os pequenos desenvolvam responsabilidade e maturidade, é preciso deixar que eles caminhem com os próprios pés. Dessa maneira, que tal deixar de fazer determinadas tarefas no lugar deles e começar a ensiná-los como as fazer? Isso ajuda a desenvolver autonomia.

9. Incentive seus filhos!

Toda conquista é especial e merece devido reconhecimento e suporte. Por isso, não poupe os elogios e muito menos as palavras de incentivo. Receber esse tipo de apoio dentro de casa é a primeira e principal fonte de autoconfiança com a qual os pequenos têm contato. Sem contar que palavra de mãe tem uma enorme influência para eles. Lembre-se disso!

10. Ser mãe não te impede de ser amiga

Criar um laço de amizade com as crianças – e também com os mais velhos – é imensamente benéfico para todo os lados. Conversando, escutando, dividindo experiências e tempo, você e seus filhos se tornam cada vez mais próximos, alimentando o companheirismo e, principalmente, a confiança dentro de casa.

“Descansem tranquilas, mães reais. Apenas o fato de você se preocupar em ser uma boa mãe significa que você já está sendo uma”. (House rules quotes, por Jodi Picoult)

Valorize seu esforço, empenho e, acima de tudo, seu amor.


1 Comentário. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu