fbpx

Saiba como as atividades extracurriculares são importantes para as crianças


Natação, judô, de aulas de inglês ao mandarim, futebol, ballet, pintura, música, teatro e muito mais. As opções são das mais diversas quando o assunto são atividades extracurriculares, permitindo que as crianças consigam explorar inúmeras possibilidades e descobrir novas habilidades, sem contar os benefícios envolvidos, tão numerosos para quem as pratica quanto as próprias opções oferecidas.

Quer saber um pouco mais sobre eles? É só continuar lendo!

 Exercitando habilidades diversas

Como já foi abordado aqui no Blog Vida Inovadora em diversos posts, quaisquer atividades que utilizem o corpo e a mente para serem realizadas também caracterizam estímulo aos pequenos, exercendo papel importante no aprendizado deles.

Dessa maneira, as atividades extracurriculares se inserem como complemento importante ao desenvolvimento infantil. Além de contribuírem com o desempenho escolar dos alunos, trabalhando o raciocínio lógico aplicado durante lições ou provas, por exemplo, torna-se possível explorar também os aspectos que tangem à formação pessoal dos pequenos, bem como o engajamento, a socialização, a bagagem cultural, habilidades inter e intrapessoais entre tantas outras. Inclusive, também exercem influência positiva no desempenho e aproveitamento escolar dos mais novos.

O extracurricular complementa o curricular, tornando-se um bom aliado ao desenvolvimento e ao aprendizado infantil, afinal, a primeira infância (seguida das fases da juventude que a acompanham) é o melhor momento para absorver informações novas.

Descobrindo a si mesmo

Como abordamos acima, esse é o melhor momento para absorver novos aprendizados, sendo assim, que tal incentivar os pequenos a se jogarem de cabeça em diferentes atividades?

É tempo de descobrir, experimentar, testar e se permitir tirar do mundo (e de si próprio) tudo aquilo que é possível. Dessa maneira, vale contar com as atividades extracurriculares nesse processo, pois elas oferecem possibilidades reais para as crianças explorarem suas capacidades, apresentando modalidades diferenciadas que os permitam estar de frente com o novo e, acima de tudo, descobrir mais sobre si mesmos.

Ao se abrirem para essas vivências, portanto, os mais jovens conseguem visualizar aptidões e dificuldades próprias, construindo discernimentos – “Disso eu gosto, disso eu não gosto”; “Isso eu sei fazer, isso eu não sei”. Afinal, melhorar é sempre bom, seja lá no que for.– e, assim, chegando a conclusões sobre suas vontades e habilidades.

O que podemos tirar de tudo isso?

Em um processo estimulante que mescla brincadeira e aprendizado, todas as modalidades em suas diferentes temáticas atuam trazendo experiências novas ao dia a dia das crianças. Elas permitem não só que os pequenos expandam horizontes, mas também saibam mais sobre suas competências, conhecendo seus limites, conquistando autonomia e desenvolvendo autoconfiança para traçarem e irem atrás de seus objetivos com maior segurança.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu