fbpx

Meu filho reclama demais!


Meu filho reclama demais! Essa queixa cresceu entre pais e mães depois da pandemia. Mas o que será que aconteceu? As crianças estão reclamando mais? Ou os pais e mães percebem isso mais claramente porque passaram a ficar mais tempo em casa?

Provavelmente, as respostas para as duas perguntas é sim. Você está mais exposto às reclamações porque passa mais tempo em casa e seu filho também está reclamando mais. Mas nenhuma das duas respostas, porém, da uma explicação plausível para esse fenômeno. O motivo real, na avaliação de terapeutas familiares, está em você.

Já parou para perceber se você, que agora passa mais tempo em casa, reclama demais?

É o cesto de roupa suja sempre cheio, a bagunça no quarto das crianças, a pia repleta de louça, a conexão da internet que está lenta, a compra que não foi entregue na data prevista… Muitos são os motivos para que nós, adultos, nos irritemos com a dupla jornada que alia administração do lar e da atividade profissional.

Como as crianças aprendem tudo com os adultos, se você reclama demais, é isso o que ele vai aprender a fazer.

Confira a seguir como três métodos metacognitivos do Programa MenteInovadora podem ajudá-lo a enxergar o mundo sem as lentes da rabugice:

Método do Semáforo

Antes de reclamar, pare, respire e então aja. A roupa suja acumulou? Isso é irritante? Ninguém discorda de você, mas praguejar em voz alta não vai fazer com que a roupa fique limpa, certa? Guarde sua energia para problemas reais e aja de forma concreta, colocando a roupa na máquina de lavar e pronto!

Método do detetive

Investigue o problema em vez de reclamar. Faz meses que você vem se queixando da bagunça no quarto das crianças e, como pode constatar, isso não os tornou mais ordeiros. Então, que tal investigar maneiras mais criativas de envolvê-los na tarefa de manter o quarto em ordem e, dessa forma, ensiná-los sobre responsabilidade?

Método do espelho

Olhe para você mesmo e entenda a origem de suas angústias. O autoconhecimento é uma habilidade socioemocional poderosa para entendemos o que está na raiz de nossos incômodos. Praticando o autoconhecimento, você ganha tranquilidade para atuar de forma mais efetiva sobre os problemas.

Claro que, às vezes, é impossível não externar a insatisfação diante de um fato. Mas, com essas três dicas, você vai guardar as reclamações apenas para coisas realmente impossíveis de solucionar.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu