fbpx

Mãe, pai, brinca comigo!


Mãe, pai, brinca comigo! O que fazer quando você só dispõe de 10 minutos e seu filho precisa da sua atenção

A frase do título já era um clássico antes da pandemia, quando todos levavam uma vida corrida tentando conciliar obrigações familiares, pessoais e profissionais e sobrava pouco tempo para se divertir com os filhos. Mas isso piorou bastante depois que essa vida corrida foi levada para dentro do espaço confinado da residência, sem a possibilidade de as crianças brincarem com amigos, ou irem à escola.

Para ajudá-lo a lidar com esse momento, vamos sugerir hoje 10 brincadeiras curtinhas que podem ser feitas em 10 minutos. Antes das dicas, porém, três regras de ouro para tornar esse momento especial:

Regra nº 1: esteja verdadeiramente presente

Podem ser apenas 10 minutos, um pouco mais se você conseguir, mas o mais importante é que você esteja verdadeiramente presente, focado na brincadeira. Por isso, deixe as preocupações – especialmente o telefone celular, o computador e o tablet – bem longe de vocês.

Regra nº 2: faça e cumpra o combinado

Explique que você só terá aquele tempo para que brinquem juntos durante a semana e estão fazendo um combinado. Ele vai respeitar a sua distância nos outros momentos do dia e você, por sua vez, não vai interromper o tempo que têm juntos para atender a um chamado, ou resolver algum problema que surgiu durante a brincadeira.

Regra nº 3: crie um momento especial

O simples fato de ter você presente já vai transformar esse tempinho do dia num momento especial. Melhore ainda mais a qualidade desse momento com brincadeiras e diversão, preferencialmente sem recorrer aos eletrônicos que nos levam para longe do espaço físico e do tempo presente.

Agora que você já entendeu as regras de ouro, vamos às sugestões de brincadeiras. É importante lembrar que a imaginação é o limite. Praticamente qualquer brincadeira cabe em 10 minutos.

“Brinca comigo” de desenhar juntos

Separe papel, lápis, tintas, canetinhas e passem 10 minutos fazendo um desenho cada um. Vocês podem escolher um local da casa para transformar na galeria de arte da família, pendurando os desenhos feitos por vocês. Em pouco tempo, você vai perceber que esse momento será especial também para você, porque desenhar tem um poder relaxante.

“Brinca comigo” de quem quer ser milionário?

Aproveite o momento juntos para um divertido jogo de perguntas e respostas. A ideia é escolher um tema que o seu filho domine – podem ser os heróis dos Avengers, ou as heroínas do Frozen – e fazer um concurso de perguntas e respostas.

“Brinca comigo” de jogos de tabuleiro rápidos

Alguns jogos de tabuleiros realmente são longos. Quem nunca passou dias tentando terminar uma partida de Banco Imobiliário? Outros, porém, são rapidinhos. Supertrunfo, mico, dominó, pega-varetas, uno… Todos esses são opções para partidas rápidas e que podem envolver todas as crianças da casa.

“Brinca comigo” de trava-línguas

O desafio de falar trava-línguas é superdivertido e você pode incrementar criando uma disputa virtual com amiguinhos. Funciona assim. Com o telefone, você grava seu filho falando um trava-línguas e envia o vídeo para o amiguinho, desafiando-o a também gravar um trava-línguas e enviar para vocês.

“Brinca comigo” de Just dance

O game de desafios de dança é um hit entre a garotada. Você não precisa ter o jogo, basta procurar no YouTube aos vídeos que a galera posta. A ideia é escolher uma música que vocês gostem e dançar juntos. Assim como no caso do trava-línguas, também é possível filmar e enviar para amigos, desafiando-os a fazer o mesmo.

“Brinca comigo” de ler juntos, ou contar uma história

Se você tem filhos leitores, pode reservar os 10 minutos para lerem juntos. Uma coisa que funciona muito bem é ler o mesmo livro, ou livros da mesma série, e posteriormente conversar com seu filho sobre a história. Se seus filhos ainda são pequenos, leia para eles ou conte uma história. Neste outro post, a gente dá algumas dicas de como formar filhos leitores.

“Brinca comigo” de fazer um bolo?

A culinária é um ótimo elo de ligação entre pais e filhos. Escolha uma receita simples de bolo e peça a ajuda de seu filho para misturar os ingredientes. Se for uma receita de família, contar histórias sobre como você a preparava com a sua avó, por exemplo, pode enriquecer ainda mais a experiência.

“Brinca comigo” de show de mágica

Aprenda pequenos truques com cartas, elásticos, e organize um show para encantar o seu pequeno. Vocês também podem transformar a brincadeira num desafio para amigos, assim como no caso da dança e do trava-línguas.

“Brinca comigo” de bater um papo?

Use os 10 minutos para uma conversa descontraída sobre assuntos que interessam ao seu filho. Mas atenção, a ideia aqui não é ter uma conversa séria sobre como andam as lições virtuais na escola, mas sim um conversa descontraída entre amigos.

“Brinca comigo” de desafios de movimento

Que tal fazer um circuito pela sala, ou um jogo de não pisar na linha, ou transformar os ladrilhos de determinada cor, no chão, em lava vulcânica? Brincadeiras de movimento com desafios desse tipo são diversão garantida.

Lembre-se, qualquer brincadeira pode ser adaptada para um tempo curtinho. Se quiser saber um pouco mais, neste outro post damos uma visão sobre o como o mundo da fantasia pode nos ajudar nas relações com as crianças. Além de dicas brincantes para vencer o cansaço na quarentena.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu