fbpx

Livros: 7 dicas para viajar sem sair de casa


Livros: 7 dicas para viajar sem sair de casa. Com as restrições impostas pela pandemia invadindo as férias de verão, pais, mães e responsáveis certamente terão de se desdobrar para entreter a garotada neste mês de janeiro. Que tal aproveitar para estimular a leitura?

Neste outro post, nós já demos 7 dicas para formar um filho leitor. Agora, apostando no poder do lúdico de nos levar pelas aventuras incríveis das histórias, trazemos 7 dicas para incentivar a leitura nestas férias e, dessa forma, viajar sem sair de casa.

Desperte o prazer de ler

Tudo que o a gente faz por prazer, faz melhor, certo? Então que tal apostar em títulos que estão fazendo sucesso entre a criançada nas diferentes idades para despertar o gosto do seu filho ou filha pela leitura prazerosa, sem obrigações nem prazos? Acredite, é um caminho certeiro para ativar o gosto pela leitura.

Estimule a autonomia

Passear numa livraria pode não ser possível, em virtude das restrições impostas pela pandemia. Mas vocês podem pesquisar títulos juntos em sites de livrarias virtuais, estimulando seu filho ou filha a escolher o livro que mais lhe agrada.

Aposte nos clássicos

Livros que viraram filmes ou clássicos infantis podem ser uma excelente porta de entrada para o mundo das viagens da imaginação que só as páginas dos livros podem nos proporcionar.

O cantinho da leitura

Um local aconchegante faz toda a diferença na experiência que a criança vai ter durante a leitura. Invista em cantos gostosos para que ela passe o tempo bem acomodada e em silêncio, na companhia das personagens da história.

Leia junto com seu filho ou sua filha

O exemplo é importante na formação das crianças. Aproveite aquele cantinho citado na dica anterior e reserve um tempo para ler junto com seu filho ou filha. Saber que o livro pode ser um elo de ligação entre vocês vai aumentar as memórias afetivas da criança em relação à leitura.

Converse sobre a história

Além ser uma ótima oportunidade de verificar o quanto está sendo apreendido pela criança, um bate-papo entre vocês a estimula a pensar sobre a história e a perceber novos pontos de vista.

Varie o gênero

Em diferentes idades, é natural que as crianças se interessem mais por determinados gêneros de literatura. Respeitar esses gostos é importante. Mas isso não quer dizer que você não deva oferecer opções, ampliando o leque de interesses de seu filho ou sua filha, sem forçar qualquer leitura, é claro.


1 Comentário. Deixe novo

  • Vânia Mara de Almeida Falleiros
    agosto 31, 2021 18:25

    Gostaria de mais orientações pra ajudar minhas netas estou dando aulas pra elas nessa pandemia.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu