fbpx

7 Dicas para ser um bom pai


Além de toda diversão, criar um filho é uma tarefa de muito comprometimento e responsabilidade, exigindo dedicação total, afinal, ser o melhor pai do mundo não é para qualquer um, não é mesmo?

Com isso em mente, e aproveitando o #MêsDosPais, nós separamos algumas dicas especiais para te ajudar a continuar sendo o número 1, cuidando e ensinando de maneira cada vez mais saudável e, claro, com muito amor. Acompanhe!

1. Seja a melhor versão de si mesmo

O ambiente e a conduta familiar têm grande influência sobre o comportamento dos mais novos, portanto, cabe a você cultivar bons hábitos como exemplo para que eles se tornem adultos conscientes e corretos. 

Afinal, tanto a imagem paterna quanto a materna, são enormes referências para as crianças desde cedo!

2. Esteja e se faça presente

Perguntar sobre o dia, sentar para brincar junto ou ajudar no dever de casa são gestos que de pequenos não tem nada! Por isso, aproveite cada segundo para se doar por inteiro, demonstrando interesse em estar ali, vontade de saber mais e atenção ao que é feito.

Estar presente vai muito além de dividir um mesmo espaço fisicamente. E são nesses momentos em que criamos conexões com os pequenos.

3. Escutar é entender

Dentro de um diálogo, a chave para uma boa troca está no ato de ouvir. Então, comece a escutar o que as crianças têm a dizer.

A partir desse canal, você descobre muito mais sobre eles conseguindo, inclusive, entender melhor seus comportamentos e posturas, o que torna mais fácil a missão de ajudá-los mais efetivamente.

4. Faça da diversão sua aliada

Se fazer presente é também participar ativamente dos momentos de brincadeira. Sendo assim, quando estiver com os pequenos, que tal aproveitar para se divertir com eles!?

Se jogue de cabeça no mundo da fantasia e aproveite para dar muitas risadas, criando boas memórias com a criançada através da alegria que é brincar.

5. Paciência é uma virtude

É fato que as crianças têm energia de sobra para gastar. Assim, para lidar com todo esse movimento de maneira produtiva, a paciência tem de ser a principal aliada.

Por isso, respire fundo e lembre-se sempre: seu papel é fundamental para que os mais novos tirem tudo e mais um pouco dessa fase.

6. Ser pai não te impede de ser amigo

Um bom amigo é aquele com quem você sabe que pode contar. Dessa forma, ter um pai é ter um grande amigo para todas as horas!

Permita-se, portanto, criar uma relação mais próxima com o seu filho e alimente o companheirismo dentro de casa por meio de gestos amigos como: dividir experiências, dar (e receber) conselhos ou também contar (e escutar) histórias.

7. Ser amigo, também não te impede de ser pai

Vale lembrar que junto do companheirismo, ao papel de pai também cabe a função de educar, o que, por vezes, pode exigir doses de firmeza e autoridade. Mesmo amigos, impor limites faz-se necessário. Não se culpe por isso e saiba utilizar do equilíbrio para não cometer exageros.

Cuidar com dedicação e empenho é o maior exemplo de amor que um pai pode dar e um filho pode ter!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu