fbpx

Meu filho não me ouve! Quem é pai, quem é mãe, sabe exatamente do que estamos falando.

Em algum momento do crescimento, filhos e filhas desenvolvem uma espécie de deficiência auditiva seletiva que praticamente os faz deixar de ouvir o que seus progenitores dizem. Especialmente quando pai ou mãe estão pedindo alguma coisa.

Quem tem filhos e nunca proferiu esse desabafo: “Meu filho não me ouve!”?

Não deixa de ser uma boa notícia saber que você não está sozinho. Isso acontece com todo mundo que tem filhos.

O motivo é bem mais simples do você imagina. Escutar e processar a informação transmitida é uma habilidade que precisa ser desenvolvida pelas crianças, como todas as outras habilidades que eles aprimoram ao longo da vida.

Em outras palavras, você precisa ensinar seu filho ou filha a escutar o que você está dizendo e a fazer o que você está pedindo.

Confira a seguir sete dicas que selecionamos para ajudar pais e mães a atingir esse objetivo. Acredite, uma parcela considerável do estresse na sua relação com seu filho vai ser aliviada com esse simples aprendizado.

1. Esqueça os gritos entre os cômodos 

Se você está na cozinha e seu filho está na sala, com a tevê ligada, ou no quarto, jogando no celular, a sua chance de ser ouvindo(a) é minima. Por mais alto que você berre. Prefira parar o que está fazendo e ir até o local em que ele se encontro antes de fazer o seu pedido.

2. Faça contato físico

Não basta entrar no quarto, fazer o pedido, e se retirar. Sua simples presença não vai desligar a atenção do seu filho ou filha da tela do celular. Pare ao lado dele ou dela, toque o ombro e aguarde até que ele ou ela esteja de fato de volta do mundo jogo. Só então, faça o seu pedido.

3. Estabeleça contato visual

Espere que seu filho ou filha esteja olhando nos seus olhos antes de fazer o seu pedido. Ao estabelecer contato visual, seu filho ou filha terá mais dificuldade para ignorar o que você pede.

4. Incentive de forma ativa

Se você fez o pedido e ele ou ela continua a ignorá-lo, vá até seu filho ou filha e ajude-o(a) a cumprir o que foi pedido. Explique que você percebeu, por exemplo, que ele ou ela está precisando de uma pequena ajuda naquele dia para vestir o uniforme da escola, enquanto você separa as roupas no armário. Sim, nós sabemos que isso é irritante. Afinal, ele ou ela sabem se trocar sozinhos. Mas se você fizer isso algumas vezes, a mensagem de que você realmente quer que ele ou ela se troque naquele momento se torna mais efetiva.

5. Quebre padrões

Se você costuma entrar no quarto para acordar seu filho ou filha num tom já irritado porque ele ou ela está demorando a se levantar de novo, provavelmente vai ter uma criança resistindo na cama por mais alguns minutos. Afinal, ele ou ela já está levando a bronca, não faz diferença… Experimente quebrar o padrão e surpreender seu filho ou filha. Entre no quarto 5 minutos antes da hora, deite-se por alguns instantes na cama e diga carinhosamente que está na hora dele levantar. A mudança de padrão vai gerar respostas diferentes.

6. Pare o que está fazendo

A vida é uma correria e não raro ditamos ordens para nossos filhos e filhas enquanto estamos no meio de outras atividades. Parece natural, estamos ganhando tempo, certo? Errado. As chances de ele ou ela prestar atenção a alguém que está enlouquecido com outra tarefa são mínimas. Pare o que está fazendo para pedir ao seu filho ou filha o que você precisa que ele ou ela faça.

7. Ensine a responder

Tem coisa mais irritante do que fazer um pedido a seu filho ou filha e ficar pendurado no silêncio, esperando uma reposta? Bem, na maioira da vezes, as crianças não respondem porque não sabem que precisam responder. Você deve ensinar a seu filho ou filha que, quando ouve o que você pediu, ele ou ela deve registrar isso com uma resposta. Vocês podem combinar que resposta será essa: “Claro, mamãe, assim que eu terminar aqui!” ou “Já estou indo, Papai”. Dessa forma, você saberá que seu pedido foi ouvido e processado. Crie a resposta que fizer mais sentido para vocês, e pratiquem várias vezes ao longo do dia.

Gostou do conteúdo? Confira outras publicações e posts exclusivos no nosso grupo de Facebook. Clique aqui e faça parte.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu