fbpx

A hora de voltar à escola


A hora de voltar à escola. Em muitos lugares, pelo mundo e também no Brasil, isso já é realidade: aos poucos, as escolas começam a reabrir suas portas para retomar atividades presenciais. Isso não significa, porém, que voltaremos ao velho normal de antes da pandemia.

A nova realidade que nossos filhos encontrarão, depois de seis meses em casa, pode transformar esse retorno em motivo de angústia. Afinal, a escola com a qual eles sonharam esse tempo todo, aquela das melhores lembranças dos nossos pequenos, estará bem diferente na volta.

Como prepará-los para isso? Siga as nossas dicas e traga suavidade para a hora de voltar à escola.

Converse sobre como será a volta

Explique abertamente que, pelo menos nesse primeiro momento, a escola estará muito diferente. Nem todos os amigos estarão de volta, e as crianças não poderão abraçar os amiguinhos e professores quando os reencontrarem. Seus filhos também não passarão a frequentar a escola todos os dias, como antes, mas nos dias em que estiverem lá, terão de usar máscaras e passarão parte do tempo preocupados em higienizar as mãos, seja com água e sabão, seja com álcool gel. O lanche também não poderá mais ser compartilhado e as brincadeiras… Bem, eles precisarão tentar se manter distantes enquanto brincam. Quanto menores as crianças, mais difícil será a tarefa de colocar algumas dessas regras em prática, mas você precisa fazer a sua parte orientando seus filhos.

Mantenha o uso da tecnologia em casa

Seja para continuar com o atendimento remoto, que não vai deixar de existir, seja para manter a proximidade com os amiguinhos que ele não necessariamente encontrará na escola, já que apenas 35% das turmas retornarão num primeiro momento, a tecnologia será importante para fazer a manutenção dos vínculos nesse momento.

Estimule-o a expressar sentimentos

Certamente tantas mudanças podem ser fontes de ansiedade e frustração. Por isso use brincadeiras de imaginação, desenho, massinha, pintura, dança… Qualquer forma de arte serve para ajudar a colocar as emoções para fora. Isso pode ajudar você a perceber o estado de ânimo de seu filho, além de ajudar as crianças a aliviar as tensões.

Mostre o por quê desse retorno tão diferente

Explique que os valores de respeito humano são importantes e que todos precisamos nos cuidar para tentar evitar o retorno da Covid.

Leia livros sobre transformações na vida

A literatura infantil está repleta de exemplos de transformação diante das dificuldades. Certamente personagens da ficção são ótimos exemplos de coragem e superação.

Clube da carta, do livro ou do brinquedo

Combine com as famílias mais próximas iniciativas para manter a conexão mesmo quando as crianças estão longe das telas. Pode ser uma troca de cartas entre eles, ou de livros, ou ainda de brinquedos. Que tal um clube de leitura, em que duas ou três crianças lêem o mesmo livro e depois conversam sobre ele?

Proponha brincadeiras que reforcem a autoestima

Sentir-se confiante e acreditar-se capaz de superar as barreiras impostas pela nova realidade é extremamente importante para que as crianças lidem bem com as novidades. Estimule seu filho a construir presentes caseiros para os amigos, por exemplo, ou a fazer um marcador de livros para os avós. Ao perceber que é capaz de realizar um projeto, a autoestima da criança cresce, especialmente quando recebe elogios dos presenteados.

Com esses pequenos cuidados, você pode começar a preparar o terreno para hora de voltar à escola. Uma boa retomada para todos nós!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu