fbpx

Inteligência emocional para resolver problemas!


Na vida, todo mundo passa por problemas. Desde pequenos incômodos do dia-a-dia até outros que exigem um grande nível de compreensão e transformação. Os motivos são vários: emocionais, familiares, financeiros, de saúde, entre outros com os quais inevitavelmente se depara ao longo do caminho.

Para resolvê-los, é necessário autoconhecimento e maturidade, não só para reconhecer que algo precisa ser mudado, mas também para encontrar a melhor solução possível dentro do seu próprio contexto!

Aí é que entra a inteligência emocional, uma habilidade cada vez mais valorizada no mundo moderno, justamente por permitir que você continue focado e motivado mesmo quando as coisas não estão indo para o caminho desejado.

E apesar de ser uma habilidade fortemente testada diante de um problema, esse tipo de inteligência precisa ser desenvolvida a longo prazo.

Algumas características marcantes de pessoas que possuem essa qualidade são: curiosidade para conhecer novas pessoas e outras visões de mundo; ótimo senso de liderança; conhecer suas forças e fraquezas; saber prestar atenção e também saber o motivo dos seus próprios descontentamentos, entre muitas outras.

Quando se pensa nesse último item, vale lembrar que muitas pessoas não conseguem investigar seus sentimentos devidamente. Quando se sentem mal, nem sempre entendem o motivo com clareza. Ou seja, conhecer os seus problemas e investigá-los é uma traço fundamental de quem é emocionalmente desenvolvido.

E você? Já sabe usar a inteligência emocional a seu favor para resolver os seus problemas?

O que estou sentindo?

O primeiro passo é observar a sintonia com os próprios sentimentos. Isso porque os sentimentos muitas vezes são o alerta das crises pessoais. Especialmente os sentimentos negativos, que incomodam, indicam que talvez esteja na hora de mudar as rotas.

No artigo publicado pela Huffpost Brasil, sobre o tema, essa capacidade é ressaltada:

“Todos nós experimentamos uma série de flutuações emocionais ao longo do dia, e muitas vezes nem sequer compreendemos o que está causando uma onda de raiva ou de tristeza. Mas um aspecto importante da autoconsciência é a capacidade de reconhecer de onde vêm suas emoções e saber por que você está chateado. Autoconsciência também se trata de reconhecer as emoções quando elas brotam, em vez de identificá-las mal ou ignorá-las. Pessoas emocionalmente inteligentes recuam um passo diante das emoções, examinam o que estão sentindo e o efeito dessa emoção sobre elas.”

Nessas horas também vale buscar o apoio especialmente de familiares e amigos mais próximos. O diálogo e apoio emocional podem ajudar não só a resolver melhor um problema, como fortalecer ainda mais o relacionamento com outras pessoas através da troca, que inclusive podem estar passando ou já ter passado pela mesma situação que você.

Às vezes, a ajuda pode vir inclusive de outros contextos. Um problema no trabalho, por exemplo, também pode receber ajuda de pessoas da família.

O importante é ser capaz de identificar o quanto antes o que está te incomodando e assim poder pensar em soluções de forma objetiva. Quando as emoções estão em equilíbrio esse processo se torna muito mais leve!

Investigando os porquês

Apesar de termos a sensação de que os problemas chegam de surpresa, eles costumam ser consequência de um caminho que não estava funcionando muito bem já há algum tempo.

Pensando por esse ângulo, podem também ser vistos como algo positivo, pois representam um sinal de alerta. Vale lembrar que toda dificuldade tem o potencial de influenciar grandes inovações e mudanças!

Quem sabe a área em que se identifica algo de errado, não necessita de um pouquinho mais de atenção?

A inteligência emocional é capaz de te ajudar a identificar com mais clareza seus pontos fortes e fracos. Identificar os pontos fracos e direcionar esforços nessa direção é importante para a evolução pessoal de cada um e ajuda a evitar muitas dificuldades!

Ter controle sobre suas emoções é não ter medo de olhar para as fraquezas e enxergar nelas uma oportunidade de desenvolver potenciais.

Quem olha atentamente para os detalhes da própria vida durante o cotidiano, consegue parar para refletir e fazer ajustes ao longo do caminho. Por isso é preciso dar atenção mesmo aos menores desafios diários e resignificá-los constantemente para que não se transformem em algo maior.

O quanto antes forem trabalhadas habilidades de autoconhecimento, que são desenvolvidas a partir da sua própria inteligência emocional, maiores as chances de manter a vida em equilíbrio.

Afinal, inteligência emocional não significa conseguir se blindar de tudo o que incomoda, mas sim adquirir resiliência e flexibilidade para gerar soluções com mais facilidade!

Aceitação: lidando com grandes desafios de fora

Na matéria  “Como a inteligência emocional pode te ajudar a superar as crises” publicada pela Revista Exame, podemos ver um exemplo claro de como emoções precisam ser trabalhadas não só para evitar, mas também para lidar com grandes desafios que fogem ao seu alcance:

“Em março de 2014 o voo O6 6393 da Avianca, que havia partido de Petrolina para Belo Horizonte com conexão em Brasília e 49 pessoas a bordo, teve problemas. O trem de pouso dianteiro do Fokker 100 não abriu e forçou o comandante Eduardo Verly a fazer uma aterrisagem de emergência no aeroporto Juscelino Kubitschek. Após comunicar calmamente a torre da capital federal, o piloto sobrevoou a cidade para gastar combustível e pousou a aeronave de bico com todos os passageiros a salvo. Na época, a tranquilidade do comandante Verly foi apontada como a principal justificativa para que episódio não entrasse na lista de acidentes aéreos do país”.

Esse é um exemplo muito oportuno de que nem sempre as crises são geradas por nós. Também é muito comum lidar com problemas externos, que nos colocam em situações complexas que exigirão alto grau de controle emocional.

Nessas horas, a aceitação é o primeiro passo. Portanto manter a calma é fundamental para começar a pensar na solução e agir rapidamente.

Autoconhecimento é o segredo!

Todos os problemas que passamos acima de tudo são grandes oportunidades de reflexão e autoanálise para promover transformações profundas.

Esse é um trabalho para a vida toda. Portanto o quanto antes for desenvolvido, melhor! Mesmo nunca sendo tarde para começar a trabalhar suas emoções, o maior potencial de todos se encontra atualmente nas crianças.

Se você tem filhos pequenos, aproveite para estimular essas habilidades e assim garantir adultos muito mais saudáveis e capazes de gerenciar os problemas da vida real!


5 Comentários. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu