fbpx

5 dicas fáceis para melhorar a alimentação dos filhos


Uma das mais importantes rotinas diárias de qualquer família é, sem dúvida, a alimentação. Um tópico que nem sempre é abordado com a devida qualidade merecida, considerando os muitos outros afazeres cotidianos,  Muitas vezes os adultos acabam optando por opções mais práticas de alimentos e as vezes, inferior às reais necessidades infantis.

Alguns dados apontam para graves problemas como consequência de uma saúde negligenciada. De acordo com estudos da Federação Mundial de Saúde, estima-se que até 2025, 268 milhões de crianças em idade escolar estarão acima do peso em todo o mundo, sendo 91 milhões realmente obesas.

Mesmo para os pais conscientes, sabemos que as crianças nem sempre colaboram e tendem a evitar muitos alimentos proveitosos para o corpo.

Por isto, separamos 5 dicas práticas para ajudar pais e filhos nestes momentos tão importantes do dia!

 

1. Torne a alimentação um momento divertido

Não podemos negar que as crianças, mais do que todos, são motivadas por estímulos. E não é fácil competir com os atraentes doces e salgadinhos com embalagens coloridas e corantes artificiais. Ou seja, quanto mais cores, formatos e texturas o prato tiver (mas com comida de verdade), melhor!

Você também pode aproveitar para criar uma disposição ou desenho atraente que estimule a imaginação dos pequenos. Que tal formar rostos com frutas no café da manhã?

E não se esqueça, sempre que possível, faça das refeições momentos tranquilos e de união em família. Acima de tudo, dê o exemplo se alimentando da mesma maneira!

 

2. Deixe que seu filho brinque com a comida

Deixe que seu filho organize a comida, separe, agrupe ou mesmo monte um visual a seu gosto. Encoraje-os a “construir algo” diferente ou enxergar formas que o façam se sentir proativo e mais interessado por este processo.

 

3. Associe lanches saudáveis a histórias criativas

Quem nunca ouviu que espinafre é o alimento que dá poder e força para o Popeye? Agora você pode criar as suas próprias histórias que associam os alimentos a diversas propriedades criativas.

Você pode contar, por exemplo, que os brócolis são como árvores e que juntos formam uma floresta misteriosa ou que os feijões são mágicos e farão crescer mais inteligência na criança depois de ingeridos, entre outras ideias que podem fazer toda a diferença no universo de um filho pequeno.

 

4. Ofereça patês ou misture porções menores de alguns alimentos

Recipes Cooking GIF - Find & Share on GIPHY

 

Caso as crianças ofereçam resistência a certas frutas, verduras e legumes, você pode transformar esses ingredientes em deliciosos molhos ou patês mais atraentes ao paladar infantil. Seja um molho de tomate ou de feijão, patê de amendoim ou mesmo uma sopinha de mandioca.

Outra dica é ralar ou cortar em pequenos pedaços alguns alimentos e misturá-los no restando da comida. A cenoura ralada no arroz por exemplo, pode se tornar quase imperceptível para eles, sem perder seu valor nutricional.

 

5. Deixe que a criança ajude a preparar a refeição

Participar do processo de cozinhar pode ajudar a estimular a curiosidade pela comida e motivar ainda mais as crianças na hora da refeição. Dependendo de cada idade, você pode direcionar tarefas simples como separar os ingredientes, lavar alimentos, despejar coberturas ou temperos e organizar a mesa.

Como bônus, deixe que eles experimentem alguns pedaços e peça sempre suas opiniões para que sintam parte do que está acontecendo.

Gostou das dicas? Deixe sua opinião ou acrescente outras sugestões nos comentários!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu